terça-feira, 14 de setembro de 2010

A importância da consistência... outra vez!

Não existem segredos escondidos no treino de cães, no entanto está aos olhos de todos que existe uma coisa fundamental, a consistência.
Os cães são autenticas máquinas de padrões de correspondência. Claro que são animais complexos com emoções, com interesses, mas são muito bons a reconhecer e a interiorizar padrões de comportamento. E faz todo o sentido que assim seja, os animais que facilmente conseguem reconhecer onde existe um comportamento vantajoso ou onde existe um comportamento desvantajoso são recompensados com a sobrevivência, vivem mais anos, deixam maior número de descendentes com essa tendência natural, são seleccionados através da selecção natural, portanto é uma das bases dos comportamentos dos animais em geral.
Já viu com certeza o seu cão interiorizar comportamentos padrão. O som do seu carro quando está a chegar, o som da chave na fechadura, o agarrar na trela. Cada uma destas situações é para registar e depois atribuir-lhe uma associação, é assim que a aprendizagem funciona.
Então quando não existe um padrão óbvio é muito dificil aprender, uma vez que não existe como fazer uma associação. Quando o seu cão não consegue aprender, improvisa... e acredite que não é isso que deseja!
Um ambiente consistente, cheio de rotinas consistentes é aquilo que necessita de efectuar com o seu cão. Um ambiente previsível resulta em comportamentos previsíveis. O resultado de um ambiente imprevisível? Nada bom!!
Esta é uma boa parte do que ensino aos donos de cães. Simplesmente aumentar a previsibilidade ao dia-a-dia do cão tem um grande impacto no seu comportamento. As coisas mais especificas são mais simples e menos importantes por vezes.
É por isso que todas as pessoas que fazem treino de cães concordam, independentemente da metodologia de treino usada concordam que a consistência é a chave de um bom treino.

Ponha-se no lugar do seu cão... está rodeado que sinais consistentes do que deve ou não fazer?

Bons treinos!

4 comentários:

Tula Verusca disse...

Olá,
ADORO seu blog e SEMPRE recomendo.
Como sempre digo: adestrar o cão é SIMPLES o difícil é o dono!!!
abraços

José Dores disse...

Muito obrigado pelo comentário, tento apenas difundir ao máximo os conhecimentos que vou adquirindo, ainda tenho muito para ler e para aprender mas é sempre bom saber que se inspira alguém... obrigado!

Emmanuelle Moraes disse...

Parabéns!
Esclarecedor artigo!

José Dores disse...

Obrigado!